Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Ora viva minha gente,

 

como foi o vosso fim de semana? e o final das férias para quem lá se encontrava, hum??

 

Espero que esteja tudo impecável com vocês, pois nós por cá estamos porreirraços.

 

No sábado fomos até à obra, estou decertinha para começar a chamar de casa, fazer mais uma limpeza, pôr mais umas máquinas do enxoval a lavar, sim ainda não estou lá a morar e já tenho roupa para passar a ferro   

Vou ser sincera, na minha lavandaria até dá gosto passar a ferro. Tudo o que é novo é bom.

 

O pior é que ponho as mãos à cabeça quando vejo as coisas que eu tenho no meu enxoval.  Meu Deus!!!

 

 Tanta coisa pirosa, aquelas toalhinhas a dizer eu e ele, os toalhões de banho do tamanho de toalhas de rosto, os lençois de casal que agora só dão para a futura cama da Carlota, e cheios de folhinhos, rendinhas e florinhas. Caredo!!

 

É o que faz ter começado a fazer o enxoval à quase 20 anos.

 

Lembro-me muito bem de um Natal em que tinha pedido ao meu pai um videogravador, sim caros leitores eu sou do tempo do VHS, , e todas as minhas amigas tinham um para verem os filmes do Tom das Cruzes e do Brad das pitas e para gravarem os episódios do Macgyver e o programa agora escolha. E eu como uma boa teenager também queria um. E mai nada.......

 

Quando chega a altura das trocas de prendas vi o meu pai  com um caixote onde cabia o presente pretendido, ele com um sorisso de orelha a orelha orgulhoso na prenda que tinha para me dar.

Eu já sorria de alegria e pensava que o meu pai era o melhor pai do mundo por ter ouvido o meu pedido e ía dar-me o videogravador,

Mas quando eu desembrulho, ou melhor, rasgo frenéticamente o papel e vejo................................................. um faqueiro completo.

 Vocês estão a ver a cara de desilusão de uma adolescente de 13 anos? Vocês conseguem imaginar a frustração desse Natal?

 

Foi tão grande a desiluão que nunca mais me esqueci.

 

Agora esse faqueiro vai ser o nosso talher do dia-a-dia. A "cavalo dado não se olha o dente" e tudo o que consta do enxoval foi dado com amor por isso à que agradecer a todos os que contribuiram, porque eu não sou ingrata, está bem.  Jinhos

 

Á tarde fui fazer umas extravagências para a piolha, com acomadre e a Marisa.Não comprei nadinha para mim porque acho caro uma bandolete custar 5,00€ mas para a piolha não consigo resistir. Digam lá que não está adorável, com estes corninhos

 

 

Está desfocada porque não sabia que não se podia tirar fotos na loja e a empregada quase que fazia uma entrada a pés juntos para não me deixar tirar a foto. Irra!!!

 

Mas no final de tudo lá adquiri os cornichos fashion.

A porquinha continua a fechar os olhos, para a fotografia.

 

Ou então deve ter ficado encadeada com o flash.

 

Jinhos

 

Depois de ter visto aqui e ter encomendado aqui. Obrigada Rita pela partilha.

 Tenho uma nova arma, cuidado que para esta não é preciso ter licença para o porte e uso. Só ter um bom kit de unhas.  E agradeço ao meu maridão que me deu uma mãozinha a calibrar a mira da coisa.

 

Ontem experimentei o dispára-biscoitos.

 (imagem retirada daqui)

 

Iniciei-me com a receitinha de biscoitos de côcô, que a Luísa mandou a acompanhar o utensílio. Obrigada minha linda!!

Ficaram espectaculares

O maridão morfou uns quantos e eu também. Hoje trouxe um saco deles para o trabalho e também já foram. As colegas até já encomendaram à Luísa.

Está aprovadíssimo. Ainda não usei os tapetes de silicone porque estou a guardar para a casa nova, o dispára não consegui aguentar e tive que experimentar. Em vez dos tapetes utilizei papel vegetal.

 

Só vos tenho a dizer que já estão destinadas as prendinhas de Natal.  Vai tudo munido de saquinhos de biscoitos.

No outro dia resolvi comprar este novo produto, mas o de alho

 

Photobucket

 

Achei estranho ter que pôr as coxinhas dentro do saco (que vem incluído na embalagem) juntamente com o pó e é só misturar, fechar o saco e ir ao forno.

 

Só vos sei dizer que está aprovadíssimo as coxinhas estavam muito boas, com uma pele crocante e muito saborosas. E principalmente não deu trabalho nenhum.

 

Este fim de semana foi só convívio, é bom e o povo gosta.

 

No sábado fomos até ao aquaparque da praia da Vieira ter com as gajas, a piolha adorou a piscina e a agitação do pessoal a subir e a descer os escorregas. Até levou um banho, quando o Edgar chegou cá abaixo fez um estardalhaço tão grande que fez uma onda que molhou o carrinho e a piolhita toda. Ela ficou super espantada.

 

Eu claro adorei estar com as gajas, e o aquaparque já não é o mesmo com pirralhitos.

 

 

Dei-lhe pela 1ª vez um gelado para as mãos para ela comer sozinha,

 

 

No domingo fomos até à praia com o padrinho da Carlota, e a sua família. Foi muito porreiro e até se estava muito bem.

A Sô Dona Carlota adorou andar a brincar com a prima Mariana.

 

 

 

Oh para a Maria Pançuda!!

 

 

Na hora de almoço fomos fazer um pic-nic no parque de merendas na Cova-Gala que eu acho que tem umas condições muito boas.

 

 

 

 Parece o Rambo com a fita na cabeça.

 

O mais engraçado foi que andámos a escolher o sítio para ficar longe das casas de banho, e acabámos por ficar bem juntinho a dois belos cagalhões feitos por gente muito badalhoca. Estávamos a ver que vomitávamos o almoço todo, e que as miúdas iam para lá brincar.

 

O maridão fez questão de fingir que estava a fazer o serviço, e eu mais tonta ainda, tirei a fotografia

 

 

 

Já estão a imaginar a risota não estão?

Esta semana a piolhita está de férias da escolinha que vai estar fechada para desinfecção, e fica com a vóvó vai ser a estragação total.

Toneladas de mimo, e vontadinhas feitas.

Nunca fez mal a ninguém e também não lhe vai fazer a ela, certo?

 

Aqui está ela um bocadinho desfocada com a mania que já é grande de mochila ás costas e tudo a sair da escolinha.

 

Alguém me pode explicar que raio de moda é esta, de terem resgatado os óculos que vinham de oferta nas embalagens do Vidal Sasson.

 

É de todas as cores, e estes até são Ray Ban.

 

Só falta mesmo resgatar as argolas que vinham de oferta nos pacotes da Matutano, lembram-se???

 

E para comemorar esta foleirice (aos meus olhos, claro) deixo-vos uma musiquinha a condizer.

Uma não, hoje apetece-me e vão duas.

 

Era apaixonadíssima pelos primeiros e esta música da Samantha quem não gostava.

 

 

Um bom fim de semana.

 

 

Na 2ª semana de férias como tinha dito, fomos até Torres Vedras, ou melhor até à Gondruzeira terra da madrinha da Carlota e fomos até à praia azul, mas não sei se dá para ver é uma praia um bocado ventosa.

 

Ainda fomos matar saudades da nossa praia de eleição, e dá-la a conhecer aos compadres. A praia da Figueirinha, e também fomos conhecer a praia do Baleal, gostei, mas tinha muitos limos na água.

 

 

Lá não existe ondas, até deu para fazer uma piscina à beirinha do mar e a moça adorou, o papá agradeceu porque já andava cansado de andar cima, abaixo a encher o balde e o regador para a porquita despejar em segundos.

 

 

Fomos a uma festinha que havia lá na zona, e a Sô dona Carlota ficou estupefacta, com a algazarra, as luzes e a multidão, acho que dá para ver na cara dela.

 

 

Tadinha!!

 

E só de pensar que os balões custam 5 euros, já não é nada como no meu tempo. A sorte é que ela não é de fazer birra quando quer uma coisa e nós não damos, ou se calhar ainda não se apercebe, sei lá!

Que se lixe o balão.

 

A piolha andou pela 1ª vez naquelas maquinetas de pôr a moeda, e claroque gostou, e quando chegou ao fim, pediu mais. Mas não se pode ter tudo na vida, certo?

 

Aqui a madame Tanucha ( é lá, até  gostei da junção, era coisa para barraca de adivinhações) batia umas sornas ao final do almoço.

Digam lá que não parecia uma estrela de cinema.

Com estas recordações, já  estou a ficar com saudades da boa vida.

 

Jinhos. Inté

Para comemorar os 17 meses, no dia em que os completou quando fui buscá-la à escolinha tinha um relógio desnhado no pulso pela dentição de uma amiguinha, ou seja tinha uma bruta dentada no braço.

Querem ver que tenho que oferecer açaimes à criançada.

 

Fossem esses todos os males que lhe aconteça.

 

No outro dia, deixei-a comer um iogurtito daqueles de lambarice sozinha vejam só a cena:

 
Está um bocadinho escuro porque tenho sempre os estores para baixo, para a casa se manter fresquinha, mas dá para ver que a moça até se desenrasca.

 

Pág. 1/2