Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Aos resistentes que ainda passam por cá, só vos tenho a pedir desculpas por ter andado em baixo e não me ter apetecido dizer-vos nada.

 

Não me tem apetecido:

- visitar  os vossos cantinhos que apesar de serem acolhedores e de me encherem a alma, nestes dias isso não tem bastado;

- levantar da cama (e quando o faço só me apetece é ir logo para o sofá);

- arranjar-me (visto qualquer coisa)

- ir ás compras, ando a comer margarina que eu detesto só porque a manteiga acabou e não me apetece ir às compras;

- ir trabalhar (estou farta de fazer sempre o mesmo, e não ter motivação);

- nem falo da lida da casa....

 

tenho andado mesmo mal. Descobri que sofro de procrastinação, e senão me mexo entro numa depressão.

Mas ontem pus um ponto final, neste sentimento deprimente de não me apetecer fazer nada.

 

Tive engripada, depois teve a piolha agora anda o maridão. O tempo não ajuda, ora chove ora faz muito frio, tenho tanto para fazer e não tenho gosto nenhum para nada.

 

Iniciei novamente o ginásio sem grande vontade, mas cada vez que me olho ao espelho só me apetece é vomitar e cortar-me toda. Até comecei logo com uma aula de cycling que é super-hiper mega puxado.

 

Descobri que os chineses não têm pêlos nos braços nem nas pernas, sorte as das chinesas.

Descobri que existe uma nova tribo social, os emos.

Descobri que o patrão quer aumentar-me o trabalho e a responsabilide, mantendo os rendimentos. Só me apetece esganá-lo  

Tivemos um jantar de Natal a 24 de Janeiro de 2011, e a gozar ainda disse que era o jantar das boas vindas do ano novo chinês, isto tudo porque 1º era uma data e depois passou para outra e de jantar passou a almoço e no final desmarcou tudo. Digam lá se não é andar a gozar com o proletariado?

 

 

Descobri que os amigos afastam-se e que apesar de ligarmos já não nos atendem o telemóvel e nem sequer retribuem a chamada não atendida, ou repondem a um sms, e o mais engraçado ainda é o de dizerem aos outros amigos para nos convidar para o jantar de anos dessa pessoa. É triste mas é verdade.

 

E também há aqueles amigos que dizem que fazemos muito bem em ligar para saber como vão, mas os mesmos não são capazes de retribuir.

Tenho andado a aprender umas coisas não tenho?

 

Por isso só tenho é que arrebitar.

 

 

 

Depois de passar a passagem do ano, venho cá relatar o nosso Natal, mas também sou sincera já não ligo muito ao ritual da passagem do ano e o Natal para mim é uma época que eu simplesmente adoro.

 

E assim foi o nosso.

 

Tentámos correr as capelinhas todas,

 

passámos a noite de consoada com a minha sogra,

 

 

na creche fizeram um trabalhinho muito giro para colocar no centro de mesa. 

 

 

o pai Natal apareceu, mas a piolha entrou em pânico que eu nem tive tempo de documentar para poder acudir a Carlotita

 

 

mas no final não se esqueceu que foi o pai natal é que trouxe as prendinhas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixámos algumas prendas debaixo da nossa árvore para a piolha abrir de manhã, e fomos almoçar a casa da minha av, com a família Geada toda reunida

 

 

 

 

Mais prendinhas e mais convívio,  e no final da tarde ainda fomos a casa da minha mãe onde nos partimos a rir com as cenas da minha sobrinha mais velha que delirou com a prendinha que lhe oferecemos digno de uma majestade como ela diz.

 

 

Estão tão giras, não estão?

 

D. Matilde está pindérica mas muito feliz.

 

 

As 3 da vida airada.......

 

 

 Estamos super fashions, não estamos?

 

E só faz falta quem está. Adoro esta época e gosto de estar rodeada por aqueles que amo e que me amem, adoro miminhos e adoro dar miminhos.

 

Sou uma lamechas mas muito feliz.

 

Jinhos