Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

que estou podre.

No Natal comprei uns produtos numa perfumaria onde sou cliente, e ofereceram-me umas amostras deste creme de dia, de noite e sérum

 

 

 

E eu toca a experimentar e sou sincera adorei, deixa a pele muito fofinha e sedosa.

 

Na 2ª feira, quando fui comprar a prendinha para o mê amori, perguntei o preço do creme e ía caíndo de cú, a módica quantia de 120 notas de Euro.

Como quem diz vinte e quatro contos para pôr nas trombas, mesmo com o meu desconto de cliente. Vuta que Variu !!!!

 

E agora ainda fiquei mais possesa quando descobri que o creme é para peles a partir dos 40 anos.

 

Aqui a menina só tem 34 aninhos é uma jovenzinha, se me quiserem chamar velha digam logo ao megafone, não é com amostrazinhas subtis.

 

Uma vez disseram-me que o creme da latinha azul se o pusermos na cara faz crescer pêlos, será mesmo verdade?

 

Com estes preços uma pessoa sujeita-se a tudo não acham.

 

 

É como eu fico quando vou lavar os dentes e a Carlota está presente.

 

Vocês perguntam porquê?

Eu uso uma prótese dentária desde os meus 20 aninhos, é o que faz a minha mãe ter-me dado açucar na chupeta para me calar.

 

imagem retirada da net

 

Nada disso, é o que faz o dinheiro não abundar e ir ao dentista era um luxo (acho que ainda continua a ser), e sendo assim a minha saúde dentária foi posta de lado.

Quando eu comecei a trabalhar ao fim de semana para ganhar uns tostões aqui para a menina, a 1ª coisa que fiz foi ir ao dentista, mas para alguns dentitos era tarde demais e tiveram que ser arrancados.

 

Dona Carlota é uma autêntica cheira-cús, anda sempre onde andamos e quer fazer o que estamos a fazer. E no outro dia estava eu a lavar os dentes e retirei a prótese para a mão para a lavar também, e pergunta logo a moça " O que é ?" E eu não soube o que responder à catraiazita, desde aí não tira os olhos da minha mão quando estou a lavar os dentes para ver se decobre o mistério.

 

Que lhe hei-de dizer?

 

 

 

 

 

 

Foi dia 14 o dia dos namorados, dizem que é foleiro festejar o dia, que o amor não tem dias, etc e tal.....

 

Mas eu adoro chegar ao pé do agora marido pôr-me em biquinhos de pé (porque eu sou piquena) e dar-lhe uma beijoca repinicada e dar-lhe uma prendinha que trago atrás das costas e adoro quando ele me presenteia com estas lindas rosas. Aí se gosto.

 

 

 

E a catraiazita fez uns biscoitinhos deliciosos, eram 2 mas eu comi logo o meu (lambona eu sei). E este ratinho amoroso pintado com os deditos.

 

 

Fomos jantar fora, mas não fomos só os 2 fomos mais 2 casais amigos e a piolha também nos acompanhou. Foi um fartote de rir.

 

No restaurante era só casalinhos, e música romântica e nós fomos para lá animar a coisa. Para começar calhou-nos uma empregada de mesa no seu 1º dia de trabalho e se calhar último e acho que já tinha bebido uns copitos, tivemos  meia hora à espera de fazer o pedido, pedimos e quando nos trouxe as bebidas levou-nos os copos e não trouxe outros. Depois de mais 1 hora e meia à espera do comer a senhora ainda goza a dizer que ainda temos que esperar umas 2 horas a rir à gargalhada, quando deixou cair uma garrafa de vinho no chão disse que era mal empregadinho que emborcava-o de boa vontade mais logo. Quando o cd que estava a tocar acabou só se ouvia os gritos na cozinha.

 

 Agora vocês já estão a imaginar a cena nós a rirmo-nos à gargalhada, a dizer que íamos telefonar à telepizza. Foi um espectáculo.

 

Os outros casais só nos desejavam boa sorte quando se iam embora, foi inesquécivel.  A comidinha apesar de tardia estava maravilhosa.

 

 

 

Fim de semana potente!

 

As gajas foram às comprinhas no sábado.

Dona Carlota estreou-se logo pela manhã com um belo presente sólido no bacio e fez questão de o anunciar aos quatro ventos pela cidade fora.

 

Acho que compreendem o facto de não haver registo fotográfico de tamanha façanha. Certo?

 

No Domingo ficámos por casa. Fizemos bolinho, uma panelada de caldo verde, arrozinho de pato e lume acesso, depois tivemos a visitinha dos compadres e acho que não era preciso mais nada para ter sido uma tarde espectacular.

 

Nota mental: pensar em meter nesta cabecinha o acordo ortográfico, porque não há volta a dar e temos que evoluir apesar de não concordarmos.

 

 

 

 

 

UM feliz dia dos namorados para vocês.

Apetece-me relatar-vos agora a passagem de ano. Shame on me, eu sei.

 

Foi caseirinha, abastecemo-nos de iguarias, e reunimo-nos lá em casa.

 

As gajas fizeram o jantarinho

 

 

 

 

 

 

Os gajos jogavam Buzz

 

E a picónina adora ser mandada ao ar e tocar com as mãos no tecto.

 

 

 

 

 

E lá passámos a passagem de mais um ano.

 

 

Tenho cá uns colegas de trabalho....... umpffff!!!

 

 

Anteontem as minhas vestes para as horas laborais, foi um vestidinho mais ou menos curto, não era nenhuma minissaia e era um bocadito acima do joelho, e quando me desloquei na rua reparei que estava um dia ventoso, e comentei com o recepcionista:

 

Nada disto, imagem roubada do google imagens, não pensem outras coisas ok?

-" Hoje não é um bom dia para usar saia"-digo eu com as mãos a segurar o tecido esvoaçante.

 -" Ainda mostro por aí o rego!" Acrescento eu acompanhando com uma gargalhada estridente típica aqui da menina.

A alminha estúpida saísse com esta:

- "É verdade andas aí a afuguentar os clientes!"

 

Ainda se ele fosse lindo...... Parvalhão de verda!!!

Acho que este solinho está a repôr-me energias.

 

Ando mais animadita, mas nos entretantos houve alguns contratempos como sempre claro, porque nem tudo é um mar de rosas.

 

Todos os dias ouço que aconteceu mais um acidente no IC2 ou alguém morreu ou tem uma doença grave, cada vez que ligamos a televisão para ver o noticiário é só desgraças, acho que se devia chamar as desgraças da noite.

 

Por isso é que uma pessoa ás vezes dá-lhe para ter crises emocionais, a energia negativa que nos rodeia é tanta que muitas vezes somos invadidos sem darmos conta. Tipo avalanche.

 

No que diz respeito a novidades aqui das jeitosas do estaminé,

da píconina:

 foi à consulta de cardiologia ao pediátrico e o soprozito ainda lá continua, pequenino mas ainda continua. Estava com receio que ela se portasse mal ou fizesse uma birra, mas portou-se impecávelmente. Durante a manhã expliquei-lhe que íamos ao Dr. e que íamos ver o coração numa televisão e que ía ser muito fixe. E ela mal se deitou na maca disse logo que era fixe. (baba, muita baba)

 

A seca até semos atendidos é um bocadito grande, mas apareceram lá 2 palhaços da operação nariz vermelho e os meninos deliraram.

 

Anda uma espertalhona e uma safadita, próprio da idade claro!

 

E vaidosa, todos os dias quando a vou pentear pede-me sempre para pôr perfume e creme.

  

 

Quando vai com os seus óculos de sol nunca os tira.

 

 

 

E continua gulosa.

 

Da gaja:

 

vamos cortindo o dia-a-dia certo? Devagarinho com baby steps.

 

 E este hoje é o meu aspecto :

Jinhos