Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Sim, o 1º episódio porque isto vai ser escrito às prestações, pois o tempo agora é todo para a pequerrucha.

 

Vamos começar por domingo dia 8, onde fomos até à Figueira da Foz ver o jogo do nosso glorioso, lá ganhou  como era dia da mulher comprei um cachecol para a Carlota cor de rosa a dizer sou benfiquista, consolei-me com tremoços e pevides, foi um bom dia.

 

Na 2ª feira tinha consulta com o meu GO que me fez um toque um tanto ou quanto doloroso e passei o serão já com algumas dores, mas a ordem era só ir para a maternidade quando as contrações fossem regulares ou o saco das águas rebentasse. Tive a visita de uma prima que está na França e que me queria ver grávida e assim foi viu-me mesmo na recta final., e agora já viu a Carlota fora do ninho.

 

Nessa madrugada eram 4 da manhã quando acordei com umas dores intensas, e eu que tinha  medo de não dar conta de entrar em trabalho de parto, Oh valha-me Deus!! Comecei a cronometrar as dores e estavam espaçadas num intervalo de 10 minutos, aguardei até às 5 da matina e disse ao jeitoso que era melhor pormo-nos a caminho. E lá fomos rumo à cidade de Coimbra com destino à maternidade Bissaya Barreto.

 

Fui observada já eram umas 7  da manhã tinha 1,5 cm de dilatação e como ainda moramos a uns 50 Km a Dr.ª que me atendeu disse para ir dar uma voltinha e regressar lá para o meio dia. E fomos caminhar à beira rio, pois ainda era cedo mas já se fazia notar a azáfama no ar normal de uma cidade a um dia de semana.

 

Bom por agora deixo-vos com esta imagem do sítio onde fomos caminhar.

 

1 comentário

Comentar post