Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Apesar de não escrever aqui nada nos últimos dias não é porque não quero, é porque ainda não me consegui organizar. Parece que o dia não chega para tudo.

 

Ainda por cima agora inscrevi-me no ginásio, e é mais uma coisa que ocupa o meu tempo. Mas estou muito forte e preciso de me pôr em forma, e ganhar resistência fisica.

 

Já escolhi o vestidinho para a festança, foi um espectáculo levei o grupo das melhores amigas.E achei muito giro, porque tudo aquilo que idealizei não me ficava nada bem. Mas tenho que vos dizer que vou muito gira. Até com os kilitos a mais. Hihihihihi

 

No nosso lar, as paredes da cozinha e casas de banho já estão feitas, e estão a ficar um estrondo, temos mesmo bom gosto. Não consegui tirar foto, porque quando lá passo já é lusco-fusco e não se via nada na pilingrafia.

 

Hoje foi feriado municipal e soube mesmo bem, fiquei em casa com a piolhita e o papá teve que ir trabalhar porque ele trabalha no concelho de Leiria. Não tenham pena porque ele no 22 de Maio goza o dele.

 

Assim pude estar com a Sô Dona Carlota o diazinho todo para comemorar o 8º mesário da moça.

Ora bem metas atingidas:

- rasteja em alta velocidade;

- já põe os joelhos no chão e dá ao cú para gatinhar como deve ser, mas faltam as mãos;

-já se senta como gente grande;

- passa do sentado para rastejamento com facilidade, sem ser preciso mamdar-se com a cabeça para o chão;

- fala muito, vê-se bem que é gaja, quando acorda põe-se logo a falar( a língua dela claro);

- não gosta de brincar sozinha, nem estar sozinha;

- quando começa a ver a preparação da papinha começa aos gritos ensurdecedores a reclamar da demora;

- diz oiá e papá, mamã só quando está chateada ou aflita, pelo menos é o que eu penso que ouço;

- adora o infantário, a educadora e as auxiliares, gosta tanto que nem quer dormir para aproveitar todos os bocadinhos;

- adora quando eu chego à creche e quando o papá chega a casa, faz uma festa,

- e dá uns miminhos de boca aberta que sabem tão bem

 

Não tenho tirado fotos, ando uma despassarada.

Mas deixo aqui uma de uns dias atrás.

 

 

É assim que ela gosta de dar umas beijocas.

 

Em experiências com a máquina

É assim que começa a aventura na cadeira da papa, com o tabuleiro cheio de brinquedos.

E é assim que termina, a chorar porque mandou todos para o chão e eu não apanho, sim porque já topei que ela manda os brinquedos para o chão, e depois olha para mim, como quem diz:-" então não apanhas?", e aquele só resiste porque está colado com uma ventosa.

 

 Sou mesmo má não sou?

 

 É verdade faz hoje 4 anos que a Sury veio cá para casa, por ser neste dia era para se chamar Martinha, mas tenho 2 boas amigas que se chamam Marta e não arrisquei a levar uns tabefes.

 

Desculpem o testamento mas é para compensar.

Inté

 

 

Estava eu a comentar com a minha colega de trabalho, acerca das imagens abaixo, que tinha visto no blog da mamã Sofia.

Eis a nossa conversa:

-" Valha-me deus a Suri já anda de sapatos altos!" - digo eu indignada

-" O quê???? A tua cadela anda de sapatos altos??"

É o que faz ter uma cadela ,com o mesmo nome que uma menina famosa.


 





Enquanto a criancinha anda de salto alto para estragar a sua coluna, a mamã anda de sapatinho raso. Vá-se entender tal coisa.

De salientar que o nome da minha cadela escreve-se de maneira diferente (Sury) 

 

 

Bem a semana passada voou,  parece que já tinha perdido o ritmo.

 

Custou, mas parece que agora já estou a entrar nos eixos, novamente.

Mas para não me habituar muito, para a semaninha estou de férias , digam lá que não são merecidas. 

 

A creche da piolha fecha para desinfecção e assim eu fico em casa com a fofinha. Oba! Oba!

 

 

Hoje recebi pela 1ª vez queixa do comportamento da D.Carlota, a senhorita resolveu que as pessoas só têm que lhe dar atenção a ela e mais nada. Quando as educadoras estão a dar atenção a outros bebés a rapariga resolve pôr-se a guinchar e a gritar.

 

Isto é que vai ser uma traquinas.

 Tão pequerrucha e tão sabida.

 

A educadora diz que ela vai dar luta.

 

Ainda não consegui documentar como deve ser as suas novas conquistas, de rebolar, tirar e pôr a chucha (não correctamente), e a sua posição preferida é estar de barriga para baixo e até agarra as coisas á sua frente, o chato é que devido a estar sempre a fazer força na barriga bolça mais vezes.

Mas ela quando vê a máquina parece tonta e só a quer agarrar e não faz nadinha.

 

 

Este fim de semana houve festa aqui na terrinha, e até uma ginginha bebi (que saudades) e ao som do Quim Barreiros soube mesmo bem. A piolhita nem com o fogo de artifício acordou.

 

A minha cadela Sury adora a Carlota, os animais são mesmo uns queridos quando ela chora vai ao pé dela e lambe-lhe a mão como quem diz: tem calma, eu estou aqui!

 

 

 

Para não falar das lambidelas que ela leva na cara, mas como eu costumo dizer a boca de um cão é mais limpa que as mãos de certas pessoas.

Certo?

 

Agora digam lá que os rottweiler são  perigosos. Tretas, as pessoas é que são perigosas. A minha é uma doçura desde cachorrinha.

 

 

 

 

bem a menina Carlota, começou antes de ontem a portar-se mal.

 

Não amigos, não me partiu nenhum jarrão, nem fez mal à cadela 

 

Por falar em cadela, quem segue o blog do inicio sabe que eu tenho uma linda cadela a Sury, que é uma matulona mas elegante para rottweiller.

 Quem disse que é uma raça perigosa devia levar uns morteiros no focinho , comecei por apresentar a Carlota devagarinho porque podia ter ciúmes, (nunca se sabe) e não é que ela lambe-lhe a mão e foge, mas depois fica ali deitada ao pé dela como se a protegesse os animais são um amor é o que vos digo.

 

A pimpolha não dormiu nada durante o dia, só sabia chorar ou então dormia 10 minutos e acordava aos berros. Eu já me estava a passar, já não sabia o que fazer, tive que me mentalizar que era uma fase e que em breve ia passar, mas para compensar dormiu a noite toda, ou seja da 1 ás 6 da manhã. Bem bom!!!

 

Ontem fomos as duas para a galdérice. Fomos visitar os meus colegas de trabalho e ela portou-se muito bem, ao serão é que foi o bonito.

Fomos ao continente aproveitar o desconto dos 10% e começou o berreiro, as pessoas olhavam para nós com desdém, por não conseguirmos calar a criança, e eu não estava preparada psicologicamente para ser criticada em público. Agora sei o que alguns pais passam para ir ás compras. HAJA PACIÊNCIA!!!!

 

Olhem só para esta fofura a tomar banhoca (serviço exclusivo do papá) quem diria que conseguia gritar tão alto ao ponto de nos envergonhar.

 

 

Cá estou eu novamente,

 hoje vou-vos apresentar um dos meus amigos de quatro patas, sim porque tenho vários, fora aqueles amigos que já não se encontram entre nós, mas encontram-se sempre num cantinho do meu coração.

 

Ano de 2006, uma bela manhã de sábado, dia de São Martinho, 11 de Novembro mais propriamente, depois de uma manhã atarefada  nas compras com a minha amiga Martita(hihihi), qual é o meu espanto que ao regressar a casa, o meu morzão tinha trazido uma prenda para a menina, uma bolinha de pêlo preta, fofinha e linda, passei a tarde toda com ela no canil, para a conhecer melhor, adorei a surpresa.

 

Apesar de eu ainda não estar curada de ter perdido  a minha amiga Pandora, uma dobermann, que mais tarde vos conto a história dela, fiquei derretida com o olhar meiguinho que tinha apesar de ser uma rottweiller, a última da ninhada que ninguém quis por ter o maxilar inferior  um pouco recuado,  com o nome de registo Gyinger pusemos-lhe o nome familiar de Sury. Andou na escola canina é uma cadela exemplar, amiga, brincalhona, meiga e obediente, e o defeito do maxilar foi ao sítio com o crescimento, (bem feito para quem não a quis) neste momento andamos a pensar arranjar-lhe um namorado mas tem que ser um macho digno, da minha pequerrucha, temos que começar a fazer os castings.

 

 

Bem aqui vos deixo estas fotos lindas nos sítios preferidos dela, a praia e os passeios de final de tarde pelos terrenos baldios.

 

 

 

 

 

Lindona, não acham?

 

Até amanhã