Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Tanucha

um blog para descarregar as tanuchisses, ou melhor parvoeiras que passam por esta mente

Após um longo período de ausência devido a diversos motivos. 

 

Venho finalmente dar-vos novidades da minha vidinha.

 

O verão passou e eu não vos dei notícias de jeito, por isso vou-vos resumir.

 

Fizemos umas fériazinhas caseirinhas e familiares.

 

Tivemos torneios de futsal e as meninas estiveram  a fazer claque ao homem da casa que por enquanto anda a gozar os seus momentos únicos de masculinidade lá por casa, pois ainda não vos tinha dito que o bébé que esperamos é um rapaz {#emotions_dlg.chucha} para o mês que vem.

 

 

Vejam só este domínio de bola. {#emotions_dlg.drool}{#emotions_dlg.inlove}

 

Tivemos contratempos, a piolhita fez um corte no calcanhar ao cair do bidé e a saboneteira de cerâmica caiu atrás e fez um dói-dói grande. Eu por acaso não entrei em pânico, não sei como.....

Feita tolinha pensei ir ao hospital de Pombal, por estar a sangrar muito. Mas nem me passou pela cabeça que estavamos em plenas festas da cidade mais conhecidas pelo Bodo. Apanhámos um médico que parecia alcoolizado que esteve eternidades para dar a anestesia à criança (injetou por 4 vezes) e para coser o corte. Ela gritava agarrada ao pescoço do pai e eu chorava baba e ranho no corredor, o que nos valeu foi a equipa de enfermagem ter sido 5 estrelas.  

 

 

Mas depois portou-se ás mil maravilhas na recuperação.

 

 

Fizemos praia na nossa costa.

 

 

E apanhámos dias espetaculares, com o mar excelente.

 

 

 

Fizemos piqueniques no pinhal.

 

 

Demos muitos miminhos ao mano.

 

Fomos à piscina das ondas em Castanheira de Pêra (Praia das Rocas)

 

 

 

E adorámos cada bocadinho.

 

 

Este post está a ficar muito longo e eu não quero que vocês se cansem já, amanhã colocarei mais novidades. Prometo!!

 

Ontem ao ouvir a caderneta de cromos.

 

Não resisti e tive que seguir mais uma vez o Sr. Nuno Markl nas manhãs da Comercial e deixar o Sr. Diogo Beja na Antena 3, apesar de continuar a gostar muito da rádio, mas aquele Nuno dá uma nova vida à minha manhã e estava-me a fazer falta.{#emotions_dlg.style}

 

Ele falou dos amores de verão, e eu lembrei-me de um amor que me assalapou o coração.{#emotions_dlg.inlove}

 

Talvez tivesse eu... deixa cá ver.... uns 14 anitos, não me recordo bem.

 

Trabalhava a servir à mesa no Restaurante Carrossel, onde a minha mãe era cozinheira. Não considerava exploração infantil, porque o que eu queria era ganhar uns trocos para as minhas coisas, e adorava toda a azáfama do restaurante, que chegava a encher 3 vezes numa noite.

 

Até que um dia, ao almoço estava uma família de turistas franceses com um gajo muito giro, e íam lá almoçar todos os dias, e o moço só comia calamares (argolinhas de lulas), eu comecei a meter-me com ele, para experimentar novos pratos e conversa puxa conversa (o meu francês não é muito bom, e na altura era pior ainda) sorrisinhos para aqui, idas à praia na minha pausa da tarde.

 

Mas tudo na boa, numa de intercâmbio cultural.... até porque ele andava sempre com uma francesa que eu pensei que fosse a namorada.

 

Até que o jeitoso convidou-me para beber um copo no fim do trabalho. Eu claro que aceitei, ou melhor a minha mãe deixou-me ir. Quando chegou à hora marcada eu ainda andava a pôr as mesas para o dia seguinte, e ele até me ajudou e fomos até ao bar da praia ouvir o mar, sim que de noite não se vê grande coisa. {#emotions_dlg.emplastro}

 

Até que o rapaz me espeta um beijo...{#emotions_dlg.lips}

 

E eu fiquei doida!{#emotions_dlg.amazed} Primeiro porque não estava à espera e segundo pensava que o rapaz tinha namorada. Foi quando ele me disse que era só uma vizinha.

 

Foram 15 dias de muita paixão, até que no fim o rapaz despediu-se de mim e disse-me que nunca se ía esquecer de mim.{#emotions_dlg.kiss}

 

E sabem porquê?

 

Porque a cadela dele chamava-se Tânia.

 

Não se faz, quem nunca se esqueceu dele fui eu, isto não se diz a uma rapariga apaixonada.{#emotions_dlg.annoyed}{#emotions_dlg.unheart}{#emotions_dlg.mad}